terça-feira, 4 de março de 2014

"Quiero hacer contigo lo que la primavera hace con los cerezos" - Pablo Neruda 

Eu sabia. Eu sei. Eu sempre soube.
Que de alguma forma iria brotar novamente. Não apenas brotar, mas também florescer regado à delicadeza.
 Eu sabia. Eu sei. Eu sempre soube.
 Que de alguma forma esta asfixia  que tem feito o amor desfalecer, iria tomar folego nesta sublime sutileza.  É incrível a maneira que a nossa humanidade tem de se refazer.
Estou te aguardando pacientemente minha primavera.

Graci Furby