terça-feira, 29 de maio de 2012


Sabe é um limite bem proximo que separa sonho de ilusão, e as vezes é complicado achar o equilíbrio.
Idelização e prática as vezes não condisem, mas só o concreto ?
Me recuso a aceitar esta realidade posta miserávelmente.

 Tenho a impressão que martelo sempre na mesma  tecla, na mesma nota, no mesmo tom, mas um dia... a sinfônia saí!

Graci Bijega