terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Um grande medo (?)



E quando o pensar lhe impedir de sentir?

Evitar a vida.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Um pequeno GRANDE problema.


Fala-se, discute-se, debate-se, escreve-se, mas e sentir?
Acho que as pessoas esquecerem, ou não tem mais coragem de se arriscar e sentir o amor.




Depois de você, meu amor ficou maior e meu mundo mais colorido.

domingo, 8 de janeiro de 2012

De alguma forma, vai dar certo.



Aquela sensação de:eu sei que vai dar certo de alguma forma...

Acho que nunca fiz uma escolha decisiva na minha vida, tentei fazer da melhor forma, escolhi ser feliz, e até agora acho que tem dado certo.
Aquela paz boa, sem algo mirabolante ter acontecido. Aquela paz que vem com o vento de final de tarde e o céu se tingindo.
A felicidade no simples, acompanhada de uma fatia de melancia, balançar alto na rede, tomar banho de chuva, girar olhando para cima, rolar na grama, andar descalça na areia, molhar os pés na água.
Chorar sorrindo lendo um livro, lendo aquilo que você pensa, ou se encontrando transcrita em cada página que se vira.
Fechando os olhos, apertando-os, e desejando: por favor, onde quer que você esteja, ou quem quer que você seja, meu Sr Errado esteja pensando em mim, esperando por mim.
Insistindo em acreditar, persistindo em apropriar-se da coragem e ir a luta, desbravando a selva de pedra, transbordando amor.
Continuando, mudando, crendo...se anunciando á vida. Fazendo valer a oportunidade de viver, aquela sensação de que vai dar certo de alguma forma.

Graci Bijega

domingo, 1 de janeiro de 2012

Um amor para recordar - Nicholas Sparks


"Jamie era mais do que a mulher que eu amava. Naquele ano, Jamie me ajudou a me tornar o homem que sou hoje. Com sua mão firme, ela me mostrou o quanto é importante ajudar os outros; com sua paciência e bondade, ela me mostrou que é o real sentido da vida. A sua alegria e o seu otimismo, mesmo quando estava doente, foram as coisas mais espantosas que já vi."

"Jamie também me ensinou o valor do perdão e o seu poder de transformar as coisas..."

"Quarenta anos se passaram, e ainda me lembro de cada detalhe daquele dia. Posso estar mais velho e mais experiente, posso ter vivido outra vida desde então, mas eu sei que, quando a minha hora chegar, as memorias daquele dia serão as ultimas imagens que cruzarão a minha mente. Ainda a amo, e nunca tirei a aliança do dedo. Nunca tive vontade de fazer isso, mesmo depois de todos estes anos.
Eu respiro fundo, absorvendo o ar fresco da primavera. Embora Beaufort e eu tenhamos mudado, o ar ainda é o mesmo. Ainda é o ar da minha infância, o ar dos meus 17 anos e, quando finalmente exalo, estou novamente com 57 anos. Mas está tudo bem. Dou um leve sorriso, olhando para o céu, sabendo que ainda há uma coisa que não contei a você. Agora eu acredito, apesar de tudo, que milagres podem acontecer."