sexta-feira, 20 de novembro de 2009

ímpar..

Eu passei por todas as estações do ano literalmente ..
primeiro aquele céu nublado como outono... aquele ar parado de primavera .. um calor de queimar a pele e depois á noite frio ...sai sem blusa voltei tarde e não me dei bem ..
Primeiro me sentindo cansada , depois parei ..senti como fogo dentro de mim a indignação e depois ...bom depois eu nao sei ..

Diria que acordei meio cinza hoje também não dormi bem, acordei em meio á noite ...
Não sei porque estou escrevendo isto ..
é que as vezes eu realmente não entendo este mundo , a cobiça desenfreada, a infância roubada , o sorriso perdido , e o amor destruído.. e de tanto ver as pessoas simplesmente acham normal, se Acomodam , deixam de se incomodar ..
A cada dia piora , e cada dia aumenta os acomodados ..

As vezes eu me sinto ímpar , é exatamente isto ímpar aqui na terra .. não sei do dia de amanha , não relembro o dia de ontem, mas sabe minha vida não se restringe ao hoje ..e se sentir ímpar as vezes é ruim ..

As eu paro para pensar , e isto é bom ... mas as respostas me atordoam , é tanta maldade , e tanta brutalidade , me dói a miséria de essência nas pessoas ..
Eu não entendo como tudo continua acontecer a cada dia .. a cada " mais " um dia ..
penso que seja que na escuridão a luz quando incinerar brilhe mais ..

cansei ... cansei de tentar entender tudo ,cansei de procurar desesperadamente o sol , cansei de entender tudo isto que me atordoa muitas vezes ...eu sempre acabo no mesmo lugar.. de joelhos , ou com meu rosto no chão, caindo diante deste Grande mistério ...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

torres ao meu redor


eu quero continuar á salvo aqui dentro ...

eu quero continuar viva ..

eu quero respirar e não apenas encher os pulmões de ar e esvaziar automaticamente ..

as vezes eu me sinto quebrada , faltando partes essenciais , as vezes eu caio e me perco ..

coloque seus braços ao meu redor .. como torres me protegendo de mim mesma , me fazendo á salvo dentro desta fortaleza ..

feche a janela e todas as portas eu quero capturar e guardar de alguma maneira sua voz , eu esperei o sol mas ele não veio , eu estou com a boca seca e não há água , eu me sinto quebrada , eu me sinto vazia , me sinto oca , me sinto gelada , ..não há musica apenas silencio , não há cor só o cinza sufocante ,quando não sinto seus braços ao meu redor não tem como eu me consertar , não tem como eu me fazer inteira ..


leva um tempo para tudo acabar bem , leva um tempo até eu ver tudo como tem que ser ... como quando você sai do escuro , meus olhos ainda estão se adaptando á luz , eles ainda estão se adaptando ao novo , por mais que seja quieto , por mais que eu seja pequena , mesmo que a propina escuridão me envolva as vezes , sei que suas torres permanecem ao meu redor , sei que há luz e meus olhos apenas não se adaptaram á ela ..




( Graci Bijega )



domingo, 1 de novembro de 2009

Ampulheta



É estranho o que eu pensei hoje , se eu tivesse meus 79 anos seria totalmente comum , mas não em plenos 18 anos ..



Me bateu um desespero der repente , não vou mentir para você meu coração bateu um pouquinho mais rápidos até , quem sabe até um arrependimento me bateu ..cada segundo é um grãozinho de areia da grande ampulheta chamada vida , e este grãozinho nunca mais vai voltar para a parte de cima ou cair novamente , cada segundo nosso jamais vão voltar, a vida é como á areia não tem como a gente segurar ela sempre vai escorregar pelos nossos dedos..



Então não se arrependa de abraços que você não deu ..



Em palavras que você não falou ..



Em musica que você não dançou ..



Ou na vida que esta ai na sua porta para ser vivida e você não viveu .. faça da sua janela e do por do sol seu canal predileto , largue um pouco o relógio e fique mais com que lhe quer bem ..



Ame sonhe abrace .. menos distancia e mais contato ...

( Graci )